Representações

As Representações Institucionais do Confea - RIC tem como objetivo expor à sociedade a opinião e/ou o posicionamento do Sistema Confea/Crea acerca das políticas públicas, atos ou ações incidentes sobre a atuação profissional de engenheiros, agrônomos, geólogos, geógrafos e meteorologistas, mediante a participação e o debate de temas relevantes em consonância com o Planejamento Estratégico do Confea, junto aos órgãos governamentais e não governamentais, nos termos da Portaria Confea 9/2020.

Representações Institucionais do Confea - RIC

Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT

A Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT tem como finalidade promover a elaboração de normas técnicas e fomentar seu uso nos campos científico, técnico, industrial, comercial, agrícola e correlatos, mantendo-as atualizadas, apoiando-se, para tanto, na melhor experiência técnica e em trabalhos de laboratório e intermediar junto aos poderes públicos os interesses da sociedade civil no tocante ao assuntos de normalização técnica, contribuindo para o desenvolvimento científico e tecnológico, proteção do meio ambiente, defesa do consumidor e para a inovação.

Assim, com base na parceria firmada entre  o Sistema Confea/Crea e Mútua e a Associação Brasileira de Normas Técnicas, o Confea passou a integrar o Conselho Deliberativo da ABNT, como sócio mantenedor e tem como seus Representantes Institucionais:

RIC Titular: Engenheiro Civil Osmar Barros Júnior

RIC Suplente: Engenheiro Civil André Luís Schuring

Vigência: 2020 a 2023

Decisão Plenária - PL 0038/2020


Os Comitês Técnicos da ABNT são órgãos de coordenação, planejamento e execução das atividades de normalização técnica relacionadas com o seu âmbito de atuação, que devem garantir que as CE representem toda a variedade de partes interessadas no assunto objeto de estudo.
Os CTs possuem um foro específico, denominado Conselho Técnico, onde seus Superintendentes ou Gestores têm assento e debatem as principais questões relacionadas ao desenvolvimento de Normas Brasileiras e os processos envolvidos neste trâmite.
Tais Comitês podem ser classificados, em função de sua estrutura e amplitude do âmbito de atuação, em:
a) Comitê Brasileiro - CB: órgão técnico da estrutura da ABNT, formado por Comissões de Estudo - CE.
b) Organismo de Normalização Setorial - ONS:  entidade técnica setorial, com experiência em normalização, credenciada pela ABNT para atuar no desenvolvimento de Normas Brasileiras do seu setor, também formada por Comissões de Estudo - CE.
c) Comissão de Estudo Especial - CEE: órgão técnico da estrutura da ABNT, criado quando o assunto de seu escopo não está contemplado no âmbito de atuação de outro Comitê Brasileiro - CB ou Organismo de Normalização Setorial - ONS já existente.
Conheça-os em:

http://www.abnt.org.br/normalizacao/comites-tecnicos

Assim, visando dar ampla cobertura às atividades desenvolvidas por estes Comitês Técnicos da ABNT, no tocante às Normas Técnicas Brasileiras que impactam as atividades da Engenharia, Agronomia e Geociências, o Plenário indicou os Representantes Institucionais do Confea - RIC para cada grupo - Civil, Agronomia, Elétrica e Industrial/Mecânica, conforme segue:

RIC-CIVIL/ABNT:

Engenheira Civil Fabiana Albano
Engenheiro Civil Marcos Luciano Camoeiras Gracindo Marques
Engenheiro Civil Francisco José Costa Araújo
Engenheiro Civil Paulo Sérgio Tadeu Fantini
Engenheiro Civil José Eduardo Quaresma
Engenheiro Civil Valter Souza Moraes Sarmento
Engenheiro Civil Ricardo Barbosa Ferreira e
Engenheiro Civil Paulo César Segantine

RIC-AGRONOMIA/ABNT:

Engenheira Agrônoma Eliana Antônia Valente Silveira
Engenheiro Agrônomo Kleber Santos
Engenheiro Agrônomo Dalton Longue Júnior
Engenheiro Agrônomo Laerte Marques de Souza
Engenheiro Agrônomo Jefferson Almeida de Brito
Engenheiro Agrônomo Eduardo Bianconcini Teixeira Mendes
Engenheiro Agrônomo Dionísio Luiz Pisa Gazziero e
Engenheiro Agrônomo João Sebastião de Araújo

RIC-ELÉTRICA/ABNT:
Engenheiro Eletricista Alfredo Marques Diniz
Engenheiro Eletricista Inarê Roberto Rodrigues Poeta e Silva
Engenheiro Eletricista Renato Archanjo de Castro
Engenheiro Eletricista Eduardo Soares Di Sabatino Guimarães
Engenheiro Eletricista Francisco José Fernandes Arruda
Engenheiro Eletricista José Jorge da Silva Araújo
Engenheira Eletricista Luciana Macedo Silva e
Engenheiro Eletricista Claude Frank Loewenthal

RIC-INDUSTRIA/MECÂNICA/ABNT:

Geólogo Caiubi Emanuel Souza Kuhn
Engenheiro Metalurgista Rafael Oliveira da Mota
Engenheiro Mecânico Luciano Valério Lopes Soares
Engenheiro de Produção Mecânica Rodolfo Fernandes More
Engenheiro Mecânico Ernando Alves de Carvalho Filho
Engenheira de Alimentos Marcella Machado Moura
Engenheiro Mecânico Luiz Augusto Moretti e
Engenheiro Químico José Wellington de Brito Cavalcanti

Vigência: 2020 a (indefinido)

Decisão Plenária - PL 1261/2020

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA

As Câmaras Setoriais e Temáticas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Mapa constituem-se em importantes fóruns de discussão entre os diversos elos das cadeias produtivas, reunindo entidades representativas de produtores, empresários, instituições bancárias e de outros parceiros no setor, além de representantes de órgãos públicos e de técnicos governamentais. Nos encontros são discutidas questões de interesse da cadeia produtiva, tais como manejo, aplicação de defensivos, processo produtivo, comercialização e questões tributárias, e, discutidas matérias que afetam, ou podem vir a afetar o desenvolvimento e o crescimento do agronegócio brasileiro, identificando possíveis entraves que possam interferir no desenvolvimento do setor produtivo e afetar a renda do produtor rural, no sentido de indicar soluções, desde a produção até a sua comercialização.

O Confea mantém Representação Institucional nas seguintes Câmaras Setoriais e Temáticas do Mapa:

1) RIC/CREDSEG-MAPA

    Câmara Temática de Crédito, Seguro e Comercialização

    RIC Titular: Engenheiro Agrônomo Eduardo Bianconcini Teixeira Mendes

    RIC Suplente: Engenheiro Agrônomo Murilo Aparecido Voltarelli

    Vigência: até dezembro de 2021

     Decisão Plenária - PL 1669/2020

2) RIC/CS-Aves e Suínos-MAPA

    Câmara Setorial da Cadeira Produtiva de Aves e Suínos

    RIC Titular: Engenheiro Agrônomo Emílio Elias Mouchrek Filho

    RIC Suplente: Engenheiro Agrônomo Juarez Morbini Lopesi

    Vigência: até dezembro de 2021

    Decisão Plenária - PL 1669/2020

3) RIC/CS-Citricultura-MAPA

    Câmara Setorial da Cadeira Produtiva de Citricultura

    RIC Titular: Engenheiro Agrônomo Maurício Dutra Garcia

    RIC Suplente: Engenheiro Agrônomo Gabriel Fernandes Pauletti

    Vigência: até dezembro de 2021

    Decisão Plenária -  PL 2074/2020

4) RIC/CS-Fibras Naturais-MAPA

    Câmara Setorial da Cadeira Produtiva de Fibras Naturais

    RIC Titular: Engenheira Agrônoma Eyde Cristianne Saraiva Bonatto

    RIC Suplente: Engenheiro Agrônomo Silfran Rogério Marialva Alves

    Vigência: até dezembro de 2021

     Decisão Plenária - PL 1669/2020

5) RIC/CS-Mel e Produtos Apícolas-MAPA

    Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Mel e Produtos Apícolas

    RIC Titular: Engenheira Agrônoma Niedja Goyanna Gomes Gonçalves

    RIC Suplente: Engenheira Agrônoma Maria Teresa do Rego Lopes

    Vigência: até dezembro de 2021

     Decisão Plenária - PL 1669/2020

6) RIC/CS-Tabaco

    Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Tabaco

    RIC Titular: Engenheiro Agrônomo Márcio Ender

    RIC Suplente: Engenheiro Agrônomo Carlos Antônio da Costa Tillmann

    Vigência: até dezembro de 2021

     Decisão Plenária - PL 1669/2020

7) RIC/CTAO-MAPA

    Câmara Temática de Agricultura Orgânica

    RIC Titular: Engenheira Agrônoma Silvana Patrícia Fernandes Soares da Silva

    RIC Suplente: Engenheiro Agrônomo José Silveira Filho

    Vigência: até dezembro de 2021

    Decisão Plenária - PL 1669/2020

8) RIC/CTASI-MAPA:

    Câmara Temática de Agricultura Sustentável e de Irrigação

    RIC Titular: Engenheiro Agrônomo Bruno Andrade Tomasini

    RIC Suplente: Engenheira Agrônoma Ivanilde Soares Santos

    Vigência: 2016 a (indefinido)

    Decisão Plenária - PL 0067/2017

9) RIC/CTIA-MAPA

    Câmara Temática de Insumos Agropecuários

    RIC Titular: Engenheiro Agrônomo Paulo Affonso Leiro Baqueiro

    RIC Suplente: Engenheiro Agrônomo Cid Tacaoca Muraishi

    Vigência: 2019 a (indefinido)

    Decisão Plenária - PL 1515/2019


O  Mapa lançou em julho de 2020, o projeto Monitor do Seguro Rural. São reuniões realizadas por sistema de vídeo conferência, geralmente às sextas-feiras, às 15h, com o objetivo de avaliar os produtos e serviços ofertados pelas seguradoras e propor aperfeiçoamentos nos seguros agrícolas, , na qual o Confea mantém uma Representação Institucional:.

RIC/MSR-MAPA  

RIC Titular: Engenheiro Agrônomo Marcio Sena Pinto

RIC Suplente: Engenheiro Agrônomo Clóvis do Lago Albuquerque

Vigência: 28/09/2020 até 31/12/2022

Decisão Plenária - PL 1665/2020

Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações - MCTI

A Portaria MCTI 3248/2020, instituiu o Grupo de Trabalho denominado GT-PNE, no âmbito do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações - MCTI, com a finalidade de propor a revisão da Política Nacional de Desenvolvimento de Atividades Espaciais - PNDAE.

O Confea foi convidado para integrar o GT e apresentou seu Representante Institucional, conforme segue:

GT-PNE/MCTI

RIC Titular: Engenheiro Aeronáutico Maurício Pazzini Brandão

Vigência: 2020 até o final dos trabalhos

Decisão Plenária - PL 1661/2020

Ministério do Desenvolvimento Regional - MDR

O Ministério do Desenvolvimento Regional - MDR por meio da Secretaria Nacional de Habitação - SNH recriou o Comitê Nacional de Desenvolvimento Tecnológico da Habitação - CTECH, conforme o Decreto nº10.325, de 22 de abril de 2020.

O CTECH é um órgão colegiado interministerial de caráter consultivo composto por entidades representativas de órgãos governamentais, da cadeia produtiva do setor da construção civil e de agentes de fomento. Dentre suas finalidades estão assessorar a Secretaria Nacional da Habitação - SNH do Ministério do Desenvolvimento Regional - MDR no estabelecimento de uma política de desenvolvimento tecnológico para o setor de habitação e acompanhar a implementação do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat - PBQP-h, por meio de sugestões e proposição de diretrizes para seu aperfeiçoamento.

O Confea foi convidado pela SNH para participar como membro do CTECH, de forma a contribuir com a implementação de mecanismos que reflitam na melhoria da qualidade, no aumento da produtividade e na sustentabilidade no setor habitacional.

RIC/CTECH

RIC Titular: (à ser definido)

RIC Suplente: (à ser definido)

Decisão Plenária: (à ser definido pelo Plenário (22/03/21)


Inserido no CTECH, está sendo instituído o Grupo de Trabalho de Sustentabilidade 2021/2022, destinado a discutir novas iniciativas e sustentabilidade no âmbito das políticas, programas e iniciativas da Secretaria Nacional de Habitação e em consonância com o Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat - PBQP-h.
O Confea, como membro do CTECH participará do GT-Sustentabilidade como convidado e terá como Representantes Institucionais:

RIC/GT-Sustentabilidade-CTECH

RIC Titular: (à ser definido)

RIC Suplente: (à ser definido)

Decisão Plenária: (à ser definido pelo Plenário (22/03/21)

Ministério da Infraestrutura - MINFRA

No âmbito do Ministério da Infraestrutura - MInfra, temos a Secretaria Nacional de Transportes Terrestres - SNTT,  vinculado à ela o Departamento Nacional de Trânsito - Denatran e vinculado à ele o Conselho Nacional de Trânsito - Contran.

Nesse meio foram criadas as Câmaras Temáticas que são  órgãos  técnicos  de  assessoramento  ao  Conselho  Nacional  de Trânsito  –  Contran,  integradas  por  especialistas  representantes  de  órgãos  e  entidades  da União, dos Estados ou do Distrito Federal, e dos Municípios pertencentes ao Sistema Nacional de  Trânsito,  e  por  especialistas  representantes  de segmentos  organizados  da  sociedade relacionados com o trânsito.

As  Câmaras  têm  como  finalidade  estudar  e  oferecer  sugestões  com  embasamento  técnico  e científico consistente sobre assuntos específicos para a tomada de decisões pelo Contran.

O Confea participou do processo seletivo e foi contemplado com a Representação Institucional junto as seguintes Câmaras Temáticas:

1) RIC/CTET-CONTRAN

    Engenharia de Tráfego e Sinalização de Trânsito

   RIC Titular: Engenheiro Civil Joel Krüger  

   RIC Suplente: Engenheiro Civil Fernando Antonio Ramos Gonçalves

   Vigência: 2019 a 2021 

   Decisão Plenária - PL 1363/2019

2) RIC/CTTR-CONTRAN

   Câmara Temática de Transporte Rodoviário

   RIC Titular: Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho Amaury Hernandes

   RIC Suplente: Engenheiro Civil Ricardo Procopiak Saporiti

   Vigência: 2019 a 2021 

   Decisão Plenária - PL 1363/2019

Ministério do Meio Ambiente - MMA

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA, vinculado ao Ministério do Meio Ambiente - MMA, por meio da Portaria IBAMA 66/2002 criou o Conselho Consultivo da Área de Proteção Ambiental do Planalto Central - APA-PC, órgão integrante da estrutura da Área de Proteção Ambiental do Planalto Central, com a finalidade de contribuir para com o planejamento de suas ações estabelecidas em seu Regimento Interno.

Atualmente a APA-PC está vinculada ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio, onde o Confea tem como Representantes Institucionais em seu Conselho Consultivo:

RIC/APA-PC

RIC Titular: Engenheiro Civil João Carlos Pimenta

RIC Suplente: Engenheiro Florestal Luciano Dantas de Alencar

Vigência: 2020 a 2022

Decisão Plenária - PL 0872/2020

Ministério de Minas e Energia - MME

No âmbito do Ministério de Minas e Energia - MME, por meio do Decreto 9.864/2019, foi recriado o Comitê Gestor de Indicadores e Níveis de Eficiência Energética - CGIE. No mesmo Decreto, foi instituído o Grupo Técnico para Eficientização de Energia nas Edificações no País - GT-Edificações, com a competência de adotar procedimentos para avaliação da eficiência energética das edificações, os indicadores técnicos referenciais do consumo de energia das edificações para certificação de sua conformidade em relação à eficiência energética e os requisitos técnicos para que os projetos de edificações a serem construídas no País atendam aos indicadores a que se refere o inciso.

A Representação Institucional do Confea junto ao GT-Edificações é a que segue:

RIC/GT-Edificações

RIC Titular: Engenheiro Eletricista Daniel de Oliveira Sobrinho

Vigência: 2020 a 2022

Decisão Plenária - PL 0475/2020

RIC Suplente: Engenheiro Eletricista Jorge Luiz Bitencourt da Rocha

Vigência: 2021 a 2023

Decisão Plenária - PL 0057/2021


Integrante da estrutura do Ministério de Minas e Energia - MME, a Centrais Elétricas Brasileiras S.A. – Eletrobras, no âmbito do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica – Procel – está desenvolvendo um estudo para definição de um modelo compulsório de avaliação da conformidade de edificações quanto à eficiência energética no Brasil, incluindo a análise de seu impacto regulatório, o que atualmente é realizado em caráter voluntário no âmbito do Programa Brasileiro de Etiquetagem de Edificações - PBE-Edifica, regulamentado pelo Inmetro. Este projeto está previsto no Plano de Aplicação de Recursos do Procel – PAR Procel 2018/2019, submetido pelo Grupo Técnico para Eficientização de Energia nas Edificações do País – GT Edificações - do Comitê Gestor de Indicadores e Níveis de Eficiência Energética – CGIE. Como membro do GT-Edificações o Confea foi convidado para participar da Comissão de Partes  Interessadas  em  Eficiência  Energética  em  Edificações,  a  qual  objetiva  garantir  a representatividade dos diversos atores envolvidos na matéria, a partir da expressão de suas opiniões e interesses particulares, dando maior legitimidade ao processo. Trata-se de uma Comissão temporária, na qual seus membros podem contribuir através da expressão de opiniões e interesses durante as sessões de Workshop, bem como quando solicitado pela presidência da Comissão (mediante o envio ou consulta de algum material ou conteúdo).

Eis a Representação Institucional do Confea nessa Comissão:

RIC/CP-IE

RIC Titular: Engenheiro Eletricista Daniel de Oliveira Sobrinho

RIC Suplente: Engenheiro Eletricista José Miguel de Melo Lima

Vigência: 2020 até o conclusão dos trabalhos

Decisão Plenária - PL 1741/2020


A Portaria 138/2019 da Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia - SGM/MME, instituiu o Comitê Técnico de Segurança de Barragens de Mineração - CTBMin, e contemplou o Sistema Confea/Crea em sua composição.
O CTBMin de caráter permanente, tem a finalidade de supervisionar as ações relativas à estabilidade e segurança de barragens de rejeitos de mineração, em consonância com a Política Nacional de Segurança de Barragens - PNSB, instituída pela Lei 12.334/2010 e de outras regulamentações normativas afins.

Eis a Representação Institucional do Confea junto ao CTBMin:

RIC/CTBMin

RIC Titular: Geólogo Waldir Duarte Costa Filho (CF licenciado)

RIC Suplente: Engenheiro de Minas João Augusto Hilário de Souza

Vigência: 2019 - Indeterminado

Decisão Plenária - PL 1728-2019

Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos - MMFDH

O Decreto 10.177/2019, recriou o Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Conade, órgão superior de caráter paritário, consultivo e de deliberação colegiada sobre as políticas públicas destinadas às pessoas com deficiência, instituído no âmbito do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos - MMFDH. Em seu art. 3º foi definida a sua composição e o Confea foi contemplado como seu membro.

RIC/CONADE

RIC Titular: Conselheiro Federal e Engenheiro Mecânico Ernando Alves de Carvalho Filho

RIC Suplente: Conselheiro Federal e Engenheiro Civil Daltro de Deus Pereira

Vigência: Até o final do exercício de 2021

Decisão Plenária - PL 0483/2021

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - SENAI

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - SENAI é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, vinculado ao sistema sindical. Foi criado em 22 de janeiro de 1942 para promover a formação profissional de trabalhadores e cooperar no desenvolvimento de pesquisas tecnológicas de interesses para a indústria e atividades assemelhadas.

A Carta-Convite Senai 00463/2019, entre outros assuntos, informou da organização dos Comitês Técnicos Setoriais Nacionais e convidou o Confea a participar do Comitê Técnico Setorial Nacional da área de Metalmecânica Usinagem - CTSN-MU.

Esses comitês são fóruns técnico-consultivos que possibilitam a aproximação entre o mundo do trabalho e a educação profissional, onde são discutidos temas que subsidiam a elaboração dos perfis profissionais e a estruturação e/ou reestruturação dos programas educacionais desenvolvidos pelos Senai.

RIC/CTSN-MU

RIC Titular: Engenheiro Mecânico Carlos Laet Simões Oliveira (CF Licenciado)

Vigência: 2019 a indeterminado

Decisão Plenária - PL 0609/2019

 

As representações internacionais do Sistema Confea/Crea correspondem à atividades de articulação entre o Confea e organizações internacionais representativas das áreas da engenharia, da agronomia e das geociências, com objetivo de promover a atualização dos conhecimentos técnico-científicos e o intercâmbio de informações; além de fomentar a inserção internacional da engenharia brasileira no cenário internacional.

Representações internacionais

Associação Mundial de Engenheiros Agrônomos (Amia)

Fundada em 1994, em Santiago (Chile), os objetivos da Amia são: unificar, coordenar e representar todas as associações de engenheiros agrônomos do mundo; promover a prática da profissão, a excelência acadêmica e a ética profissional; e ainda, promover o desenvolvimento social e econômico no meio rural, representando os "direitos agrários" nos governos e nas organizações internacionais.

http://www.worldagronomistsassociation.org/

Associação Pan-Americana de Engenheiros e Agrônomos (Apia)

Fundada em 1994, em Santiago (Chile), os principais objetivos da Apia são os de unificar, representar e coordenar os engenheiros agrônomos do continente, defender e estabelecer seus direitos e promover o prestígio da profissão, assim como promover a igualdade de direitos dos integrantes das entidades membros e fomentar o estabelecimento da excelência acadêmica e da ética profissional. Ademais, constitui-se em um fórum técnico de alto nível, com vistas ao desenvolvimento socioeconômico do setor rural, zelando pela adequada alimentação da humanidade e pela preservação e monitoramento dos recursos naturais e do meio ambiente.

http://www.apia-america.org/

Comissão de Agrimensura, Agronomia, Arquitetura Geologia e Engenharia para o Mercosul (Ciam)

O Confea integra a Comissão de Agrimensura, Agronomia, Arquitetura, Geologia e Engenharia para o Mercosul – CIAM desde 1993. O grupo tem como objetivo harmonizar as condições de exercício profissional, compatibilizando a legislação dos países membros com vista a viabilizar a livre circulação de profissionais, serviços e empresas garantindo o eficaz controle sobre a responsabilidade técnica no âmbito regional. As metas do grupo são:

1 - Reciprocidade nas condições do Exercício Profissional nos quatro países.

2- Normas ágeis acordadas para o credenciamento de títulos inscritos nos colégios, conselhos e outras instituições que tenham delegação para o registro e a fiscalização do exercício profissional e ético.

3 - Fiscalização integral, permanente e eficaz.

Em 2015 os trabalhos foram concluídos, mediante a entrega oficial aos Governos dos países integrantes (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) de toda a documentação elaborada ao longo dos mais de vinte anos de trabalhos da Ciam.

Confederação Pan-Americana de Engenharia Mecânica, Elétrica e Ramos Afins (Copimera)

Fundada em 1991, a Copimera promove o debate construtivo com espírito crítico, a fim de deixar um legado importante para as gerações atuais, visando aos seguintes objetivos:

•    Estabelecer e fortalecer redes de profissionais e especialistas em temas de interesse internacional, relacionados a indústrias mecânica, elétrica, industrial, eletrônica, de telecomunicações, informática, química, petrolífera e conexa; atualizando e compartilhando conhecimentos e experiências.

•    Promover o espírito empreendedor entre os engenheiros pan-americanos para a geração de negócios internacionais, em áreas como consultoria, comércio e indústria visando melhorar a qualidade de vida.

•    Promover a melhoria individual, o desenvolvimento integral e a conversão de seus engenheiros em líderes que promovam a transformação do país.

•    Colaborar com a integração dos setores profissional, acadêmico, público e privado em cada um dos países de modo que, por meio de um esforço conjunto e de um pensamento estratégico, possam ser tomadas medidas positivas para o desenvolvimento socioeconômico.

•    Gerar diretrizes para políticas públicas com vistas à criação de condições responsáveis para o desenvolvimento sustentável.

https://www.copimerainternacional.org/

Conselho das Associações Profissionais de Engenheiros Civis dos Países de Língua Oficial Portuguesa e Castelhana (CECPC)

Fundada em Lisboa em 2008, a CECPC é uma entidade sem fins lucrativos representativa dos engenheiros civis membros das associações, sociedades, colégios, conselhos, ordens profissionais e outras organizações afins que o integram, que tem como objetivos:

•    Promover o intercâmbio e o debate de questões de interesse comum entre os seus membros, nomeadamente através da realização anual do Encontro do CECPC-CICPC; 

•    Defender os valores éticos e deontológicos da profissão de engenheiro civil, bem como as suas características e interesses; 

•    Promover a formação e o reconhecimento de competências dos engenheiros civis; 

•    Promover a aplicação dos princípios assumidos perante a sociedade e que constam da Declaração de Lisboa, assinada em 12 de março de 2008, e nas posteriores declarações aprovadas nos encontros; 

•    Promover a concretização dos compromissos de cooperação e de reconhecimento profissional entre associações, conforme estabelecido na Declaração de Lisboa

•    Coordenar os meios de atuação destinados a fortalecer, promover e divulgar a engenharia civil e a profissão de engenheiro civil, bem como os seus aperfeiçoamentos; 

•    Representar o conjunto dos seus membros junto às organizações públicas e privadas internacionais, sem prejuízo do direito que estatutariamente assiste a cada membro da CECPC-CICPC de se fazer representar. 

http://www.cecpc-civil.org/

Conselho Mundial de Engenheiros Civis (WCCE)

Fundado em 2006, o WCCE é uma organização não governamental internacional que tem como propósito criar e fomentar uma plataforma global de sociedades, empresas, organizações, instituições acadêmicas relacionadas à Engenharia Civil. Trata-se de um fórum que promove o intercâmbio de boas práticas profissionais, de conhecimento, de tecnologia, e de informação por todo o mundo, encaminhando as necessidades e preocupações dos profissionais. Entre os temas destacados estão o desenvolvimento sustentável, a prevenção da corrupção e a mobilidade internacional.

https://www.wcce.biz/ 

Federação de Engenheiros de Língua Portuguesa (Faelp)

Criada no dia 26 de novembro de 2016, em Lisboa, Portugal, a Faelp tem como países membros Angola, Brasil, Cabo Verde, Macau, Moçambique e Portugal. Trata-se de uma Federação, sem fins lucrativos, de associações profissionais de engenharia que representam os engenheiros dos países e territórios de língua portuguesa. Sua função e missão é estimular, promover e uniformizar a ação e as práticas dos engenheiros dos países membros.

O Confea se tornou membro de pleno direito da Faelp em setembro de 2018.

http://www.faelp.org/pt/faelp/ 

Federação Mundial de Organizações de Engenharia (Fmoi/Wfeo)

A Fmoi/Wfeo é uma organização não governamental internacional, que representa as profissões da Engenharia mundialmente. Fundada em Paris em 1968, sob chancela da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), a Federação une organizações de Engenharia de cem países e representa mais de 30 milhões de engenheiros de todo o mundo.

https://www.wfeo.org/ 

União Pan-Americana de Associações de Engenheiros (Upadi)

Formada por 31 organizações, de 27 países americanos, a Upadi foi criada em 1949, com sua primeira convenção realizada em 1951. A organização promove a integração das associações de engenharia da região pan-americana com a missão de contribuir ativamente para o desenvolvimento econômico e social dos povos nas áreas relacionadas com o exercício da profissão. Organizações da Espanha e de Portugal participam do fórum como membros observadores.

http://upadi.com/